Review - Toast

9:40 AM Lorena Miyuki 0 Comentários

Diretor: S.J. Clarkson
Gênero: biografia, drama
Idioma: inglês
Sinopse: baseado na vida e na obra de mesmo nome do escritor e cozinheiro Nigel Slater, mostra as dificuldades de um menino de crescer, se aceitar e superar as perdas ao longo da vida.

O filme é de dezembro de 2010, bem novo. Foi ao na na TV britânica e pode ser visto no site da própria BBC, online. Não é grande, mas é maior que um curta tradicional.




Nigel Slater é ótimo na cozinha desde criança e adorava cozinhar para sua mãe (Victoria Hamilton), que tem asma crônica e sofre constantes crises. O relacionamento de NIgel com o pai é fraco e cheio de coisas conturbadas. Na medida em que a saúde de sua mãe piora, este relacionamento segue o mesmo destino.
No começo há ótimas cenas de Nigel menino com o jardineiro, na inocência e na descoberta que chega ao fim quando seu pai também descobre sobre o relacionamento um pouco peculiar dos dois.

Depois da morte da mãe, o pai de Nigel começa a sair com a mulher que faz faxina em sua casa, Mrs Potter, o que choca não só Nigel, mas também a sociedade em que vivem. Mais velho, Nigel começa a frequentar as aulas de economia doméstica e de cozinha na escola. Com isto, ganha atenção do pai, pois lhe prepara lindos e deliciosos doces, tornando-se uma espécie de "rival" da sua nova mulher, pois esta também o conquista pela "barriga", digamos.

O filme é auto-bibliográfica e se baseia numa obra do mesmo nome que, acredito, seja mais extensa. Nigel encontra um emprego em uma cozinha de um pub local e acaba se apaixonando pelo filho da dona; a relação dos dois é bem curta, pois o menino acaba deixando a cidade. Neste momento Nigel descobre que, assim como a cozinha, ele não pode mais esconder quem ele é nem fingir que o que sente por meninos é só brincadeira.

O fim mostra Nigel chegando a Londres e, em um hotel, conseguindo o primeiro emprego de chef de sua carreira. O Nigel de verdade é bastante renomado e reconhecido por suas receitas e talento. O menino que faz o Nigel pequeno é um ótimo ator! Achei o ator que o faz na adolescencia bem fraco e sem muita emoção, mas a história em si o carrega. O(s) romance(s) que ele vive são mostrados de forma superficial e rápida, mas o espectador percebe sua emoção. O que merece muito destaque no filme são as receitas, a culinária, já que, afinal, estamos falando de um chef internacional.

Não desgostei, mas como estava louca para ver, me decepcionei um pouquinho. É muito interessante a história, ainda mais por saber que é uma história real. É bastante recomendado para quem se interessa em biografias e em comida!

O nome Toast se refere às torradas que o pai "cozinhava" para o garoto quando pequeno, quando sua mãe, enferma e de cama, não conseguia lhe preparar nada para comer. As torradas eram as únicas coisas que eles comiam, pois o pai não aceitava muito bem sua vocação para a cozinha. Dá pra imaginar o martírio que é comer só torradas durante dias!

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...