Novidade - "Will & Will" e "Boy Meets Boy"

12:30 PM Lorena Miyuki 0 Comentários

Minha última resenha literária foi de Will & Will, lançado por aqui pela Galera Record. Pois bem, parece que a editora anda apostando no Levithan ultimamente! O livro será reimpresso com capa nova, nova arte feita a pedido dos fãs de acordo com a editora.

Não faço ideia de quanto foi a tiragem da primeira edição, mas creio não ter sido nem tão grande, nem tão pequena. O livro foi lançado no segundo semestre de 2013 e, já para o fim do ano, estava extremamente difícil de encontrá-lo nas livrarias - o que indica que as vendas foram boas.
Nova capa de Will & Will já está substituindo exemplares antigos

Foi divulgado também um vídeo do John Green falando sobre o livro. Confiram:


Eu particularmente não gostei de nenhuma das duas capas de Will & Will. Aliás, de nenhuma capa do livro. Nem as originais. Mas estou feliz com a minha metálica. Essa reimpressão nos dá uma pontinha de esperança e nos remete aos novos lançamentos de David Levithan pela Galera.

Também noticiei que lançarão Two Boys Kissing ainda este ano e a editora nos informou no começo do mês que também lançará, ainda este ano, o livro mais famoso do Levithan - e talvez o mais famoso do gênero, um precursor - o Boy Meets Boy.

Boy Meets Boy é uma típica história coming of age só que num mundo "ao contrário", onde a homossexualidade é praticamente padrão e a heterossexualidade é a minoria. Ele fala de Paul, estudante de uma escola como nenhuma outra, onde as líderes de torcida andam de moto, a rainha do baile costumava ser um rapaz chamado Daryl (que agora prefere o nome "Infinite Darlene" e também joga futebol americano), e uma aliança entre homo e heterossexuais foi formada para ensinar o pessoal hétero a dançar.

Quando Paul encontra Noah, pensa que finalmente encontrou a sua alma gêmea - até estragar tudo. O apostador da escola diz que ele tem 1 chance em 12 em conseguir Noah de volta, mas Paul não pretende desistir.

(sinopse retirada do site da Galera Record)


BMB é um clássico da literatura do gênero. É comediante e cínico como Levithan sempre é. Não tenho o livro original - li poucas páginas do mesmo e ele ainda está na minha lista há, sei lá... três anos. Mas, como já disse, não sou muito fã do Levithan. Esse foi seu primeiro romance, publicado originalmente em 2003, então não sei o quanto ele evoluiu nesse tempo. Nesse sentido, é até bom que tenhamos seu último (Two Boys Kissing) e também seu primeiro (Boy Meets Boy) livro publicados praticamente ao mesmo tempo, como forma de avaliação!

Vale lembrar, ainda, que a edição lançada pela Galera Record será a edição comemorativa de dez anos de publicação - o que talvez indique uma hardcover, hm? - e que tem um adendo especial do próprio Levithan: um conto intitulado "A Infinite Darlene", que aparentemente conta a história da rainha do baile mencionada na sinopse.

Vamos aguardar!

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...