Top Ten Tuesday: Os dez melhores livros que li em 2015

2:00 PM Lorena Miyuki 0 Comentários


Como já é de costume, hoje tem Ten Tuesday de fim de ano! Esse é um meme literário iniciado pelo blog The Broke and The Bookish e que é postado, adivinhem, toda terça-feira.


Em julho, o TTT foi sobre os 10 melhores livros que eu tinha lido até então. Este post é a lista completa do ano de 2015. Vamos ver minhas escolhas?


Como sempre, sem ordem de classificação, tá?
Não sei se a lista vai ficar muito diferente da que fiz no meio do ano... Vamos tentar!




1. Carry On
Sempre digo que a lista não tem ordem, mas, se eu tivesse que escolher o melhor livro de 2015, seria Carry On sem sombra de dúvida. A resenha dele já foi publicada aqui, então, por favor, leiam! A tradução e lançamento nacional está programada para 2016.

2. Ladrões de Sonhos (Dream Thieves).
Falei dele na lista de julho, não vou me repetir: continuo apaixonada pelos meninos corvos como sempre. Talvez mais do que nunca.

3. Sobre a Escrita (On Writing)
Também apareceu na lista de julho, foi uma das melhores leituras no ano porque me ajudou muito em termos de escrita.

4. Selva de Gafanhotos (Grasshopper Jungle)
Também na lista do meio do ano, foi uma leitura maluca e surpreendente. Um verdadeiro achado! Recomendadíssimo para quem quer sair da zona de conforme e enfrentar um apocalipse de insetos gigantes.

5. Fake
Tem resenha completíssima publicada aqui já, então não vou falar muito. Um nacional que vale a pena!

6. Mentirosos (We Were Liars)
Figurou a lista de julho também e continuo com a opinião de que é surpreendentemente poético. Inclusive me atrevo a dizer que é uma releitura de O Morro dos Ventos Uivantes e que por isso faz sentido eu ter adorado tanto??

7. Fazendo Meu Filme 4 - Fani em Busca do Final Feliz
Ah, Paula.
Eu tenho um certo problema com algumas coisas nas tramas da Paula Pimenta, sempre, independente dos livros - e eu já li quase todos. Mas o engraçado é que continua sendo algo divertido pra mim, tanto que não deixo de ler, porém bem no estilo que eu gostaria de ter lido quando era mais nova, na minha época de paixão extrema pela Meg Cabot, por exemplo. Minha visão de mundo hoje é completamente diferente, claro, mas não deixei de apreciar essa série. O último volume, em especial, me cativou mais por ter dado um desfecho favorável à maioria dos personagens e, sim, por eu ter conseguido enxergá-los mais próximos ao meu "eu atual".

8. Truques da Escrita
Li por recomendação de professores, mas, do mesmo jeito que "Sobre a escrita", ele me ajudou a desconstruir muitos medos, aprender a escrever melhor e me deu confiança. Vale para todo mundo que gosta de escrever e, principalmente, para os que escrevem academicamente - tem muitas e muitas dicas úteis, além de ser prazeroso. A escrita do Becker é maravilhosa, como sempre, e a tradução tá muito boa!

9. Sete Minutos no Paraíso
Também presente na lista do meio do ano, continuo recomendando muito pela diversidade da trama e dos personagens! E é super fluido, rápido e agradável.

10. Pó de Lua
Um tanto diferente dos outros livros, esse me ganhou pelo tom poético e introspectivo, pelas ilustrações, pela diagramação... Pela ternura. É uma pequena obra de arte com palavras e em forma de moleskine! Recomendo principalmente para presentear, viu?

Bônus: Pior livro que li em 2015 foi, sem dúvida alguma, "Boys Love – Flor de Ameixeira", da Dana. Eu ia fazer uma resenha completa, talvez até faça, mas minha frustração com esse "conto-esticado" foi tão imensa que me faltam forças para descrevê-la... Tem uma mocinha que fez uma resenha no Skoob aqui, porém, que descreveu todos os meus sentimentos em relação a essa obra:  desde "problemas editoriais" até a trama, os personagens e o enredo mais sem cabimento que já vi. Enfim. Decepções, né?
Percebo que foi mais ou menos o mesmo sentimento que "Águas Turvas" me despertou, e sobre o qual falei na listinha de julho.

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...