Review - Latter Days

6:24 PM Lorena Miyuki 0 Comentários

r
Ficha Básica:
Diretor: C. Jay Cox
Gêmero: Drama/Romance
Idioma: inglês
Sinopse: Christian tem 20 e poucos anos, vive em um condomínio em Los Angeles e adora curtir a vida. Suas conquistas sexuais são apenas para uma noitada. E então “Elder” Aaron Davis chega à cidade com mais 3 missionários mórmons para se hospedar no mesmo condomínio de Chris. Esses mundos antagônicos irão se chocar trazendo graves conseqüências para ambos.




Uma primeira constatação: Wes Ramsey, o ator que faz o Chris, é perfeito. Em todos os sentidos, se entendem o que eu digo. Caiu como uma luva para o papel principal. Não podiam ter escolhido melhor, acho. Uma ótima interpretação, principalmente do meio para o final do filme.

Uma visão geral é que você sinceramente não dá nada para o filme, até que acontece uma reviravolta meio inesperada, mas ao mesmo tempo clichê. O começo é bastante engraçado, com direito a piadas de todos os lados e um elenco que parecia se dar muito bem. Tipo “amigos para sempre”. Bem descontraido e muito diferente do meio do filme para frente. Eu gosto dessas viradas de história porque dão um certo ar diferente ao filme. Apesar de ser bem clichê, você pelo menos conhece um pouquinho da cultura mórmon, que é bem interessante – mas, diga-se de passagem, enervante também.

Em um certo ponto do filme você começa a adivinhar o final, o que não acho nada bom, mas então outras coisas mudam e começa a ficar mais interessante. Há uma cena que, na minha opinião, foi totalmente deslocada no filme e bizarra, sem nenhum sentido na trama, que acontece no centro de tratamento onde Aaron fica “aprisionado”. Se alguém ver saberá do que estou falando. Mas é engraçada de certo ângulo. Só achei totalmente sem sentido.

Outras cenas que merecem destaque são a do primeiro beijo dos garotos que, particularmente, foi bastante romantizada – só que estragada no final; e a do aeroporto, seguida pela primeira vez de Aaron. O diálogo do aeroporto é muito bonito.

Além do romance, o filme também tenta questionar nossos principios e crenças. Em momentos singulares até consegue, mas se for o propósito geral, falha. O final é bem bonito, mas utópico ao meu ver. Não estou dizendo que é ruim, pelo contrário. O filme é bonito, o casal principal é bonito e teve uma química perfeita. Além disso a atriz Rebekah Johnson, que faz a colega de quarto de Chris, a cantora e compositora Julie dá um ar ainda melhor com as canções. Voz bastante bonita por sinal.

Recomendo como filme de final de tarde, ou daqueles que se assiste num dia chuvoso. Romance embalador, com um ótimo diretor, diga-se de passagem.

EDITADO: fiquei sabendo que o filme foi lançado em território nacional sob o título "Louvado Seja".

Escrito em 18-02-2010.

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...