Filme - Todas as Coisas Mais Simples

9:58 PM Lorena Miyuki 1 Comentários


Acho que o curta que eu mais amo na vida é "Eu Não Quero Voltar Sozinho". Eu 2011 fiz uma mini-resenha aqui sobre ele, depois disso devo tê-lo visto pelo menos uma vez por mês - é sério, não estou de brincadeira. E compartilhei, indiquei, recomendei, coloquei minha mãe e namorado pra assistir e... eu sempre ficava matutando comigo mesma: porque é tão curtinho?? Porque não um LONGA?

Eis que, já em 2011, eu não esperava que meus desejos fossem se tornar realidade.


O diretor, Daniel Ribeiro, nos agraciou ano passado (se não me engano) com a notícia: o curta vai virar longa! E em breve! Olha só:

Estou trabalhando em uma versão estendida do curta. Minha intenção sempre foi fazer o longa; o curta serviu para experimentar a linguagem. O mais importante é que acabou por ser construída uma base de pessoas que já conhecem e querem ver o filme. O poder da Internet é essencial para o cinema

O longa se chamará Todas as Coisas mais Simples e tem estreia prevista para o começo de 2014. Aparentemente será uma extensão do curta, contando mais a vida de Gabriel e Leonardo depois dos acontecimentos relatados no filminho mais bonitinho da internet.

Quem não viu, faça-me o favor:


Minha intenção sempre foi falar sobre a homossexualidade de forma natural. Não defendo nenhuma bandeira de forma explícita, mas não deixo de estar envolvido com a questão (do ativismo homossexual). Ao retratar temas que são tabus, você acaba alcançando o preconceituoso. O cinema tem o poder de dialogar
 - Daniel Ribeiro, diretor de "Café com Leite" (2008) e "Eu Não Quero Voltar Sozinho" (2010).


Há muitas fotos circulando por aí, a página deles no Facebook trás sempre atualizações e aquele gostinho de quero mais, por favor! Acho que é o filme que mais estou esperando pra ver - o que, de certo modo, é ruim, já que expectativa demais sempre acaba estragando as surpresas... Mas não acredito que eles irão me decepcionar, pelo contrário. Gosto de todos os atores, da história então? Nem preciso dizer, né? Então ficamos aguardando as cenas dos próximos capítulos, e fica a dica pra vocês que nunca viram o curta: divulguem, porque é de nós que o sucesso desse filme depende!



Um comentário:

  1. Eu tô na mesma que você, Lô! Nisso de esperar tanto, e também ter medo das expectativas até. Mas penso a magia do curta já foi tão lindo que nada poderá quebrá-la para mim - assim como aqueles filmes, da Disney por exemplo, que tem um primeiro filme excelente, mas fazem aquelas continuações mal-feitas, mas que nunca tiram a emoção do primeiro. Acho que o máximo que pode acontecer é... Não sei. Digo, o curta é tão fofo, tão singelo, foi um dos mais naturais que já vi retratando o assunto. Só vai ser bizarro se o diretor decidir fazer um dos dois se desapaixonar e virar hetero subitamente depois do que ele fez no curta, aí perderia meu respeito; mas o curto ganhou fama justamente pelos dois, então...

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...