Review + Sorteio - Terezinha

12:05 PM Lorena Miyuki 0 Comentários

Livro de contos nacional com temática queer de verdade! Quer ganhar um exemplar? Vem ler a resenha e descubra como!
Título: Terezinha
Autor: Josué Souza
Idioma: português
Ano de Publicação e Editora: 2016, hoo editora.

Sinopse: Composto por dezessete contos, o livro Terezinha apresenta um pouco do universo LGBT e de outras pessoas que não se identificam com a forma habitual da dicotomia de gênero. Queer é uma palavra inglesa, sem um sinônimo claro em português, mas que comumente indica pessoas que fogem do padrão preestabelecido, da norma regimental da sexualidade ou da identidade de gênero.
As vidas transviantes a essa norma, na obra, vão revelar ao leitor as diversas possibilidades de como o queer pode ser apresentado: desde o menino delicado escondido em sua “Casinha de bonecos” ao que deseja jogar futebol, mas é constrangido a entregar seus chocolates para ser aceito pelos amigos (“O que não se pode comprar com chocolates”), àquelas personagens que efetivamente são identificadas como pertencentes ao universo LGBT.

Como a sinopse já diz, essa é uma coletânea de contos - muitas vezes motivacionais (se é que posso usar essa palavra), e outras bastante pé-no-chão. O livro é dividido em três partes: O inusitado, O indizível e O magnífico. De longe, os contos da primeira parte me agradaram mais: são mais lúdicos, mas também contam com menos floreios na narrativa de modo que o leitor sabe exatamente o que as coisas querem dizer ou não. O que mais gostei foi O que não se pode comprar com chocolates, por motivos mais óbvios (porque é uma narrativa juvenil), mas o conto que dá nome ao livro também é memorável.

A segunda parte tem os contos mais longos e, talvez, os mais metafóricos (faz jus ao título da mesma, inclusive). Confesso que tive uma enorme dificuldade em entender alguns, cheios de licenças poéticas; muitos têm menções à pessoas e/ou passagens que eu desconheço e que me atrapalharam a leitura. Outros têm pontuações diferentes, ou mesmo nenhuma pontuação, o que me travava. A escrita do Josué é maravilhosa, sem pecar, mas como talvez eu não esteja muito acostumada à forma poética de fazer narração, não conseguia me prender muito e os detalhes me escapavam. E os detalhes contam tudo! Dessa parte o que eu mais gostei foi o do Foucault, por motivos de: eu aplaudo Foucault, sempre. E Encabulada também é um ótimo conto depois que você pega o ritmo da leitura sem pontuação!

A última parte do livro traz o menor número de contos e deles a gente tira algumas lições valiosas sobre a letrinha "Q" que raramente aparece na literatura. Aliás, deixe-me dizer que essa coletânea é completamente digna da sua sinopse: trata de diversidade de uma forma que eu nunca tinha lido antes. E todas as pessoas representadas aqui fogem de esterótipos, fogem do clichê, de tudo! É muito gratificante ver que tem gente que escreve sobre/por/para/como LGBTQs sabendo o que está fazendo: isso fica completamente claro desde a sinopse, o Josué sabe o que está fazendo! Além de trazer ficção, dá um banho de conhecimento de teoria de gênero, de história, de popularidade, enfim. É um livro que vou resumir com uma palavra-chave: completíssimo, que vale a pena ser apreciado e que vocês vão querer declamar nas suas rodas de leitura pra sempre. Porém, não é um livro "para qualquer um", no sentido de que nem todos os leitores vão "se encontrar" nesses contos, ou mesmo entendê-los - porque eu mesma me senti duvidosa em várias partes, sem saber se tinha entendido certo (ou sem conhecer as menções às pessoas e eventos eu sabia que não conseguiria tirar do texto coisa alguma). Então fica o aviso.

Terezinha convida o leitor a enxergar as muitas vidas apresentadas na obra e seu constante debate – e contraste – entre realidade, ficção e desejo, mas falando, muitas vezes, de coisas rotineiras da vida, mas de um modo profundamente lírico e revelador em sua estrutura e pela organização dos textos.
Agora deixa eu falar do aspecto físico: a capa desse livro É LINDA e poética, bem a cara do texto! ESSA FOTO, GENTE! Fora os detalhes: essa bandeirinha na ponta (que tem em todos os livros da hoo, até onde eu sei, e que é um charme!), a fonte, TUDO COMBINA! Sem falar na diagramação PERFEITA.

Agora, ATENÇÃO!

Você quer ter um desses pra espalhar por aí? Pra levar pra cima e pra baixo, mostrar pros amigos, esquecer num ponto de ônibus...?


Pois bem: estou sorteando neste post um exemplar de Terezinha! Tudo o que você tem que fazer:

- Curtir E compartilhar EM MODO PÚBLICO a postagem com a foto do sorteio no Facebook (ela está na página do Marcado com Letras);
- Comentar na postagem com a foto do sorteio a palavra-chave que resume esse livro (ela está nesta resenha);
- Marcar pelo menos um amigo no mesmo comentário da palavra.

Ex. de comentário na postagem:
Fulano (nome do seu amigo) palavra (que resume esse livro).

ATENÇÃO dobrada! Só vale UM comentário por pessoa. Se quiser marcar mais de um amigo pode sim, sem problemas, mas tem que ser tudo em um comentário só. Quem comentar mais de uma vez será desclassificado!
Comentário sem a palavra-chave também serão desclassificados.


Se tiverem alguma dúvida é só entrar em contato comigo (comentário, email, Facebook, tudo vale).


Espalhem por aí! Qualquer pessoa residente em território nacional pode participar.
ATENÇÃO NÚMERO DOIS: REGRAS ALTERADAS: resultado sai quando tivermos mais de 10 participantes, e a pessoa ganhadora deverá entrar em contato comigo por email ou Facebook (não vale nos comentários aqui!) até o fim da mesma semana em que ele for sorteado! Caso contrário, farei outro sorteio, combinado?

Boa sorte!

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...